Domingo, 3 de julho de 2022
informe o texto

Notícias | Polícia

Homem suspeito de morte de mulher que foi encontrada enterrada é ouvido e liberado pela polícia em Vila Rica

O delegado Allan Vitor Sousa da Mata instaurou inquérito policial para investigar a morte de Laura

19/09/2020 | 08:34 - Atualizada em 19/09/2020 | 08:38

G1

Homem suspeito de morte de mulher que foi encontrada enterrada é ouvido e liberado pela polícia em Vila Rica

Laura Batista de Souza, de 28 anos

O homem suspeito de envolvimento na morte de Laura Batista de Souza, de 28 anos, foi ouvido e liberado pela Polícia Civil. O corpo dela foi encontrado no dia 11 de setembro pela Polícia Militar enterrado em uma área próxima à cidade de Santa Cruz do Xingu, a 1.028 km de Cuiabá, após a denúncia de uma escavação suspeita no local.

O delegado Allan Vitor Sousa da Mata instaurou inquérito policial para investigar a morte de Laura.

Um homem suspeito de envolvimento no crime se apresentou na segunda-feira (14) na Delegacia da Polícia Civil em Vila Rica, acompanhado de advogado, ocasião em que foi interrogado pela autoridade policial. Por estar fora do período de flagrante, foi liberado.

Os militares constataram que havia um buraco, que provavelmente seria uma cisterna, porém, a terra estava remexida. Foi iniciada a escavação e localizada a mão de uma pessoa. De imediato o local foi isolado e acionada a Polícia Civil e Politec. Após a escavação foi localizado o corpo de uma mulher.

Familiares de Laura Batista de Souza confirmaram que o corpo é da vítima, que estava desaparecida desde o dia 2 de setembro, quando saiu do bar em que trabalhava na cidade em companhia de um homem, em uma motocicleta.

O corpo da vítima apresentava lesões, contudo, é necessário aguardar o resultado do exame de necropsia para atestar a causa da morte.

As diligências da Polícia Civil estão em andamento para identificar os envolvidos no crime.

O desaparecimento de Laura de Souza foi registrado na Polícia Civil no dia 3 de setembro.

A mulher do proprietário do bar em que a vítima trabalhava procurou a delegacia relatando que no dia anterior, às 2h, a vítima saiu do local acompanhada por um homem, em uma motocicleta.

Uma das funcionárias presenciou a saída de Laura, que não disse aonde iria , somente que voltaria logo. O telefone dela ficou no estabelecimento.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet