Sábado, 19 de junho de 2021
informe o texto

Notícias | Economia

Produtores de Espigão do Leste criam associação para asfaltar rodovias no Norte Araguaia

Diante do colossal desafio, produtores da região do Vale do Araguaia estão se unindo em associações para contribuir com os trabalhos

10/12/2020 | 09:09

AGRNoticias

Produtores de Espigão do Leste criam associação para asfaltar rodovias no Norte Araguaia

Foto: Reprodução

 

O estado de Mato Grosso possui quase 30 mil quilômetros de rodovias estaduais e um imenso desafio para muitos anos para construir asfalto em toda sua malha viária. Apesar dos investimentos do Governo do Estado em todas as regiões, ainda não se atingiu um quarto das vias com asfalto.

Diante do colossal desafio, produtores da região do Vale do Araguaia estão se unindo em associações para contribuir com os trabalhos. A mais nova entidade nasceu no segundo semestre de 2020 em Espigão do Leste, distrito pertencente ao município de São Félix do Araguaia – MT, na região Nordeste do Estado.

A região, conhecida também por ‘Baianos’, é uma das maiores produtores de grãos do Vale Araguaia. Contudo, todas as rodovias estaduais (322, 109, 110 e 243), que interligam Espigão do Leste, ainda são de estrada de chão, que necessitam constantemente de trabalhos para manter sua trafegabilidade. Recentemente o Governo do Estado anunciou o asfaltamento da 68 km da MT-109, uma das quatro rodovias que cruzam os ‘Baianos’.

A Associação dos Produtores do Espigão do Leste (Apel) congrega 20 integrantes, a maioria de produtores rurais. O advogado Marcelo da Cunha Marinho, diretor operacional da Apel, disse para a reportagem da AGRNotícias, que o objetivo é arrecadar fundos para recuperar as rodovias e fazer parcerias com o Governo do Estado prevendo também o asfaltamento da MT-322.

Cada integrante da Apel está contribuindo com um valor de acordo com a quantidade de hectares cultivados. Além da arrecadação própria, a diretoria já esteve na Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra), em Cuiabá – MT, propondo a realização de parcerias. “Os produtores viram que era preciso se unir e que a única forma de receber recursos do estado é via associação”, disse Marcelo.

A primeira ação da Apel já está sendo realizada. Através da associação, foram locadas duas patrolas e reformada outra que pertencia a associação dos municípios da região. Essas três máquinas estão realizando a recuperação da MT-322, entre o Posto do Arnô e a divisa com São José do Xingu – MT.

Para o futuro asfaltamento, através da arrecadação própria dos produtores, a Apel entrará com uma contrapartida nos custos da obra e, o Governo do Estado, com o restante. Além da parceria dividir custos, o recurso do asfaltamento ficar sob gestão da associação indica mais agilidade na execução das obras e economia, devido a burocracia que cerca a esfera pública.

Cada integrante da Apel está contribuindo com um valor de acordo com a quantidade de hectares cultivados. Além da arrecadação própria, a diretoria já esteve na Secretaria de Estado de Infraestrutura (Sinfra), em Cuiabá – MT, propondo a realização de parcerias. “Os produtores viram que era preciso se unir e que a única forma de receber recursos do estado é via associação”, disse Marcelo.

A primeira ação da Apel já está sendo realizada. Através da associação, foram locadas duas patrolas e reformada outra que pertencia a associação dos municípios da região. Essas três máquinas estão realizando a recuperação da MT-322, entre o Posto do Arnô e a divisa com São José do Xingu – MT.

Para o futuro asfaltamento, através da arrecadação própria dos produtores, a Apel entrará com uma contrapartida nos custos da obra e, o Governo do Estado, com o restante. Além da parceria dividir custos, o recurso do asfaltamento ficar sob gestão da associação indica mais agilidade na execução das obras e economia, devido a burocracia que cerca a esfera pública.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet