Domingo, 28 de fevereiro de 2021
informe o texto

Notícias | Política

Mendes diz que Macron é "irresponsável" e fala "imbecilidades"

Presidente francês afirmou que depender do grão do Brasil é "endossar o desmatamento"

16/01/2021 | 09:26

Mídia News

Mendes diz que Macron é

O governador Mauro Mendes, que rebateu fala de presidente francês

Foto: MidiaNews

O governador Mauro Mendes (DEM) classificou como “lamentáveis” as declarações do presidente francês, Emmanuel Macron, que associou a produção de soja no Brasil ao desmatamento na Amazônia. 

À imprensa, o democrata subiu o tom e afirmou que Macron não conhece o Brasil e fala “imbecilidades” para favorecer os produtores do seu país. 

“É lamentável que o presidente de um país tão importante como a França faça uma declaração tão irresponsável quanto essa. Ele não conhece o Brasil, não conhece a Amazônia, fala de algo que ele não conhece”, criticou Mendes. 

“Ele está falando, na verdade, uma imbecilidade para um presidente que tem o dever de defender a sua economia, os seus produtores, que são grandes concorrentes do Brasil”, completou.

Em uma publicação no Instagram, Macron afirmou que “continuar dependendo da soja brasileira seria endossar o desmatamento da Amazônia”. 

“Nós somos coerentes com nossas ambições ecológicas, estamos lutando para produzir soja na Europa”, afirmou o francês. 

Mendes acusou o presidente de agir com irresponsabilidade e ainda lançou um desafio ao francês, exigindo respeito. 

“A fala dele não tem a menor âncora na verdade e é uma fala irresponsável com aquilo que nós somos ambientalmente. Eu desafio Macron a provar que ele tem 10% dos ativos ambientais que Mato Grosso sozinho tem”, disse. 

“Eu desafio qualquer região do planeta a provar que produza mais alimentos tendo 62% do seu território ainda preservado como mil anos atrás. Mato Grosso tem isso. E isso tem que ser respeitado pelo Macron”, ressaltou. 

O democrata admitiu que, caso a França deixe de importar a soja brasileira, causará um grande impacto na economia do Estado, mas salientou que essa parece ser a intenção, a fim de fazer com que os produtores franceses possam vender mais. 

“[Produtores franceses] são ineficientes e incompetentes, junto com o Macron, e ficam falando o que não é verdade. Mas eu acredito que o mundo precisa de alimentos, precisa comprar esses alimentos e nós somos grandes produtores”, defendeu.

Governo Federal se posiciona

Por meio de nota, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) também acusou o presidente francês de desconhecimento quanto ao cultivo da soja no país e o acusou de mentir aos seus conterrâneos.  

O Governo Federal ressaltou, ainda, que a soja brasileira "não exporta desmatamento". 

Leia a nota na íntegra: 

"O Brasil tem uma das legislações ambientais mais rigorosas do mundo e utiliza tecnologias reconhecidas que ampliaram a sustentabilidade de sua produção agropecuária. 

A declaração do presidente francês, Emmanuel Macron, sobre a soja brasileira mostra completo desconhecimento sobre o processo de cultivo do produto importado pelos franceses e leva desinformação a seus compatriotas.

O Brasil é o maior produtor e exportador de soja do mundo, abastecendo mais de 50 países com grãos, farelo e óleo. Detém domínio tecnológico para dobrar a atual produção com sustentabilidade, seja em áreas já utilizadas, seja recuperando pastagens degradadas, não necessitando de novas áreas. Toda a produção nacional tem controle de origem. 

A soja brasileira, portanto, não exporta desmatamento."

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet