Sábado, 19 de junho de 2021
informe o texto

Notícias | Mato Grosso

Mato Grosso pode receber cerca de 3,8 milhões de doses até julho

Governador Mauro Mendes comemorou resultado de reunião virtual com Eduardo Pazuello

18/02/2021 | 08:40

Mídia News

Mato Grosso pode receber cerca de 3,8 milhões de doses até julho

O governador Mauro Mendes, que participou de reunião virtual com ministro

Foto: Mayke Toscano/Secom

O governador Mauro Mendes (DEM) anunciou que o Ministério da Saúde prometeu disponibilizar até julho 230,7 milhões de doses das vacinas contra a Covid-19 para todos os estados. 

O anúncio foi feito após uma reunião virtual de governadores com o ministro da Saúde Eduardo Pazuello na tarde desta quarta-feira (17). 

Caso a divisão dos imunizantes seja feita conforme critérios populacionais, Mato Grosso deve receber 3,8 milhões doses. A quantidade seria suficiente para imunizar 1,9 milhão de pessoas, mais da metade da população mato-grossense. 

“Estou muito satisfeito e saio da reunião muito confiante de que com o que foi apresentado, podemos chegar até a metade do ano com 50% da população vacinada. As duas instituições, Butantan e Fiocruz, são muito sérias e esses contratos celebrados pelo Ministério da Saúde, acredito que serão cumpridos”, destacou Mauro Mendes. 

Conforme o planejamento do Ministério da Saúde apresentado aos governadores, em fevereiro serão distribuídas 2 milhões de doses do imunizante produzido pela Fiocruz, em parceria com a farmacêutica AstraZeneca, importadas da Índia. 

Em março, serão mais 18 milhões de doses do Instituto Butantan e outras 16,9 milhões de vacinas da AstraZeneca. 

O restante das doses está sendo negociado também com laboratórios russos e indianos. 

Proposta de doações 

Durante a reunião, o governador ainda endossou  a proposta do governador da Bahia Rui Costa (PT). Ele defende que os estados com taxa de ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) até 85%, destinem 5% das doses para os estados com taxa maior.  

“Já os Estados com taxa de ocupação acima de 85% param de contribuir. E aqueles que estão com mais de 95% dos leitos de UTI ocupados passam a receber mais doses”, pontuou Mauro Mendes. 

Na reunião, os governadores também pediram auxílio da União para a compra de medicamentos e equipamentos de UTI, assim como a ampliação do número de leitos de terapia intensiva.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet