Domingo, 24 de outubro de 2021
informe o texto

Notícias | Polêmicas

Indagado por jornalista de Confresa sobre a BR-158, Mauro Mendes afirma que ‘índio quer asfalto’

O governador afirmou que o Governo do Estado tem planos para construir uma rota alternativa para os motoristas

22/02/2021 | 09:19 - Atualizada em 22/02/2021 | 09:22

Redação Olhar Alerta

Indagado por jornalista de Confresa sobre a BR-158, Mauro Mendes afirma que ‘índio quer asfalto’

O governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM)

Foto: Reprodução

O Governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), esteve presente nos estúdios da Rádio Conti de Cuiabá na manhã de segunda-feira (22), onde respondeu questionamentos de jornalistas de todas as regiões mato-grossenses, incluindo Confresa.

Conforme apurou o site Olhar Alerta, a jornalista Thaísa Santana, responsável pelo departamento na Rádio Conti de Confresa, indagou o governador sobre a possibilidade do asfaltamento da BR-158, tema que está em discussão há muitos anos: “O senhor acredita que as obras realmente começam em meados de março, conforme previsto pelo ministro Tarcísio Freitas, em reunião no ano passado com as lideranças do Norte Araguaia?”

“O ministro falou isso, mas não agiu pra isso. Está lá na 158, uma vergonha nacional, uma vergonha, aquilo é uma vergonha, uma vergonha. O governo federal, bancada federal, não só nossa, o Congresso Nacional, essa história de índio. Índio quer asfalto. Aí junta meia dúzia de ONGs, uma burocracia dos infernos, e ninguém consegue resolver isso, gente. E fica lá milhares de pessoas do Araguaia sofrendo com pouco mais de 100 km ali, porque passa por dentro de uma reserva, uma estrada que tem lá que passa há 100 anos por ali”, expressou Mendes.

“Aí depois criaram uma reserva, aí não pode mais asfaltar. Pergunta para o índio se ele quer asfalto, índio quer asfalto. Quem não quer asfalto?”, continuou.

O governador afirmou que ninguém tem coragem de ‘bater no peito e falar vou resolver o problema desse país’, e segundo ele, quem resolve o problema é o governo federal e Congresso Nacional. “Tem que ter coragem para meter o dedo na ferida e fazer o que é certo. Da BR-158, eu falo com indignação, viu Thaísa? Porque é uma vergonha o que está acontecendo aí nessa 158 [...] uma rodovia quem tem 100 anos e agora não pode asfaltar e fica todo mundo sofrendo, um transtorno danado aí na região”.

Mauro Mendes finalizou expondo que tem planos para que, caso o governo federal não cumpra sua promessa de asfaltar o local, a gestão do Estado fará rotas alternativas para o motorista passar pelo local: “se o governo federal não fizer, o governo do Estado vai fazer uma rota alternativa para resolver o problema dessa 158. Vai ter que andar um pouquinho mais, mas vai andar pelo asfalto e não essa vergonha que é andar esse tanto aí como está acontecendo hoje na região da 158”, finalizou. 

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • José Wilson 22/02/2021 | 12:30

    Essa é a verdade..Indio quer ASFALTO também. Alguém está torcendo contra o trassado atual e original.Use seu poder de GOVERNO Mauro Mendes. Honre nosso voto.

 
Sitevip Internet