Sábado, 19 de junho de 2021
informe o texto

Notícias | Mato Grosso

Fila de espera por leitos públicos de UTI é zerada em Mato Grosso

Mesmo com perspectivas melhores, profissionais alertam que as medidas de biossegurança e distanciamento social devem continuar sendo postas em prática

26/04/2021 | 09:41

Redação Olhar Alerta

Fila de espera por leitos públicos de UTI é zerada em Mato Grosso

Nos últimos 14 dias, ocupação hospitalar caiu de 97% para 93%.

Foto: Christiano Antonucci | Secom

O Boletim Epidemiológico divulgado na quinta-feira (22) pelo Governo de Mato Grosso aponta que a fila de espera por leitos públicos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) está zerada.

Conforme dados apurados pelo Olhar Alerta, o Estado chegou a ter mais de 200 pessoas na fila, mas em trabalho de parceria junto com as prefeituras, foram executadas obras de expansão de 104 novos leitos de UTI nos últimos dois meses, o que possibilitou o atendimento de todas as pessoas que se encontravam esperando o atendimento de urgência.

No dia 12 de abril, o Painel Interativo Covid-19 apontava que 85 pessoas esperavam por um leito intensivo. Na segunda-feira (19), o número já era de 33 e reduziu para zero na quinta-feira (22).

O epidemiologista e secretário adjunto de Vigilância à Saúde, Juliano Melo, reforça, no entanto, que o cenário de ocupação hospitalar ainda é crítico e que as medidas preventivas precisam continuar a ser seguidas.

“É perceptível que os indicadores caíram nos últimos 14 dias e isso é positivo, mas precisamos reforçar que ainda estamos registrando altos números de infectados e hospitalização. É essencial que as medidas de prevenção sejam seguidas”, enfatizou o gestor.

A análise dos dados epidemiológicos ainda aponta para a tendência de queda nas taxas de ocupação hospitalar, do número de pessoas infectadas por dia e de óbitos por Covid-19.

Nos últimos 14 dias, a ocupação hospitalar caiu de 97% para 93% em UTIs e de 58% para 51% em enfermarias. Nesta semana, houve a redução de cerca de 20% no número total de óbitos, em comparação à semana anterior.

Contudo, os dados variam de acordo com o cenário da pandemia e com a circulação de novas variantes, visto que os indicadores estão diretamente associados ao comportamento da população em relação ao vírus.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet