Domingo, 24 de outubro de 2021
informe o texto

Notícias | Mato Grosso

Novo censo: confira aqui novos dados estimados da população dos municípios do Norte Araguaia do MT

Comparação foi feita entre o censo realizado em 2010 com a estimativa feita esse ano

03/09/2021 | 09:35

Redação Olhar Alerta com Lucas Gawenda com IBGE

Novo censo: confira aqui novos dados estimados da população dos municípios do Norte Araguaia do MT

Foto: Reprodução - Ilustrativa

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) realizou uma estimativa demográfica nesse ano de 2021, com previsão de realizar o censo real em 2022.
 
As Estimativas da População residente nos Municípios brasileiros, com data de referência em 1º de julho de 2021, foram calculadas com base nas Projeções da População do Brasil e Unidades da Federação, Revisão 2018, e nos totais populacionais dos Municípios enumerados pelos Censos Demográficos 2000 e 2010. As populações recenseadas nos Municípios em 2000 e 2010 foram ajustadas e serviram de base para o estabelecimento da tendência de crescimento da população para as Estimativas da População de 2011 até a data de referência, em 1º de julho de 2021. A cada ano são incorporadas nas estimativas municipais de população as alterações de limites geográficos que porventura aconteçam entre os Municípios brasileiros.
 
Os anos de 2020 e 2021 têm marcado as populações do mundo inteiro em razão da pandemia da Doença por Coronavírus 2019 - COVID-19. Essa situação também causou o primeiro adiamento do Censo Demográfico, de 2020 para 2021, alterando todo o planejamento de estudos demográficos do IBGE. Em 2021, tivemos novamente o adiamento do Censo Demográfico, devido a cortes orçamentários do Governo Federal, estando prevista a sua realização em 2022.
 
Os dados compilados pelo site Olhar Alerta reúnem dados sobre a quantidade da população nos municípios, reunindo dados do censo realizado em 2010 e comparando-os com a estimativa atual. Confira abaixo:
 
Começando por Confresa, a população em 2010 era de 25.124 pessoas, e na estimativa de 2021, conta com 32.076 pessoas.
 
Em Vila Rica, a população foi contabilizada em 2010 com 21.382 habitantes, e com 26.946 na estimativa atual.
 
Em Porto Alegre do Norte, atualmente há a estimativa de 12.849 pessoas morando na cidade, contra 10.748 em 2010.
 
Em São Félix do Araguaia, a população estimada em 2021 é de 11.934, e no censo de 2010 foram contadas 10.625 residentes.
 
Em Ribeirão Cascalheira, o censo de 2010 registrou 8.881 pessoas morando no município. Já a estimativa desse ano é de 10.540 cidadãos.
 
Em Santa Terezinha, a estimativa para esse ano é de 8.547 habitantes, contra os 7.397 registrados em 2010.
 
Em Alto Boa Vista, a população no último censo fechou em 5.247 pessoas. Na estimativa desse ano, esse número subiu para 7.092 pessoas.
 
Em Bom Jesus do Araguaia, em 2010 foram registradas 5.314 pessoas, contra 6.830 estimadas nesse ano de 2021.
 
Em São José do Xingu, a estimativa para 2021 é de 5.646 habitantes. Em 2010 a diferença foi pouca: 5.240.
 
Em Canabrava do Norte foram registradas 4.786 pessoas no censo de 2010. Já para 2021, 4.711 pessoas foram estimadas residirem no município.
 
Em Novo Santo Antônio, haviam 2.005 pessoas, conforme o censo de 2010. Já para esse ano, estima-se que haja 2.769 residentes na cidade.
 
Em Santa Cruz do Xingu, foi estimado para esse ano que 2.700 pessoas morem na cidade, contra os 1.900 habitantes registrados em 2010.
 
Em Luciara a diferença foi negativa: 2.224 pessoas em 2010, contra 2.036 estimadas para 2021.
 
Em Serra Nova Dourada, a população passou de 1.365 pessoas no censo anterior, para 1.705 na nova estimativa.
 
O IBGE publica anualmente as Estimativas da População para o ano corrente e, dadas as limitações para se reestimar a população para o Brasil e a sua desagregação nas 26 Unidades da Federação e Distrito Federal para o ano ainda em curso e especialmente afetado pela pandemia, as estimativas populacionais dos municípios foram calculadas utilizando a última revisão das Projeções da População e não incorporam os efeitos da pandemia da COVID-19. A metodologia de desagregação das populações estaduais nas populações municipais foi mantida, como nos anos anteriores, utilizando-se a tendência de crescimento dos Municípios delineada entre os Censos 2000 e 2010 e o crescimento das Unidades da Federação como apontado pelas Projeções da População, Revisão 2018.
 
O quantitativo populacional atualizado dos Municípios será conhecido quando da realização do próximo Censo Demográfico, previsto para ter início em 1º de junho de 2022, cujos dados obtidos também serão fundamentais para a atualização das Projeções da População.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet