Segunda-feira, 18 de outubro de 2021
informe o texto

Notícias | Mato Grosso

Governo investe R$ 35 milhões em viaturas, equipamentos e tecnologia e dá segurança às áreas rurais do Estado

Patrulha já conta com atuação de 121 policiais militares, 30 viaturas, armamento, drones e GPS para os 15 Comandos Regionais

07/10/2021 | 09:02

Redação Olhar Alerta

Governo investe R$ 35 milhões em viaturas, equipamentos e tecnologia e dá segurança às áreas rurais do Estado

Foto: Christiano Antonucci/Secom

O governador Mauro Mendes lançou nesta terça-feira (05.10) a Patrulha Rural Georreferenciada, que irá atuar em todo o Estado no enfrentamento de crimes nas áreas rurais. O investimento total neste primeiro ano é de R$ 35 milhões para armamento, fardamento, viaturas, drones e GPS.
 
A iniciativa faz parte do programa Mais MT, que prevê uma série de investimentos para o fortalecimento da Segurança Pública do estado. A atuação da Patrulha Rural se dará nos 15 Comandos Regionais da Polícia Militar de Mato Grosso (PMMT).
 
Durante a cerimônia de lançamento, o governador Mauro Mendes elogiou o trabalho que a PMMT vem fazendo ao longo dos anos na garantia da segurança da população. Além disso, Mendes frisou que a atuação da patrulha não se dará apenas em grandes propriedades, mas também ao pequeno e médio produtor rural.
 
“O Patrulhamento Georreferenciado vai produzir não só a sensação de segurança, mas a segurança real e efetiva no campo, nas propriedades, vilas e agrovilas, comunidades e assentamentos onde vivem milhares de mato-grossenses. E agradeço muito o trabalho que a Polícia Militar de Mato Grosso vem fazendo ao longo destes anos em nosso estado”, destacou o governador.
 
Até o momento, já foram adquiridas 30 viaturas, 45 fuzis e fardamento com uma nova identidade visual, feita especialmente para o policiamento rural. Inicialmente, 121 policiais militares vão compor o efetivo dos 15 comandos regionais em jornadas de 5 a 7 dias.
 
“É uma data histórica, onde juntamente com o governador Mauro Mendes, a Secretaria de Segurança Pública e nossos 15 comandos regionais lançamos um dos maiores programas de policiamento desenvolvidos pela nossa instituição. Este programa tem por finalidade aproximar o homem do campo da Polícia Militar, reduzindo os índices de criminalidade nas zonas rurais”, pontuou o comandante-geral da PMMT, coronel Jonildo José de Assis.
 
O modelo adotado para o funcionamento da patrulha foi inspirado pelo estado de Goiás e já funciona em Rondonópolis dando resultados com a diminuição de crimes como roubos e furtos de gados, implementos agrícolas, caminhonetes, entre outros.
 
“Para a Patrulha Rural funcionar, é necessário investimento em armas, viaturas, tecnologia e cito como exemplo a radiocomunicação. E o governador já determinou o investimento em radiocomunicação digital para 100% do estado. A gente precisa trabalhar mais e estar mais presente nos 141 municípios e o governador sensível a isso já anunciou que haverá concurso público na segurança. O resultado disso é a redução dos índices criminais e a melhoria da segurança no campo”, disse o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante.
 
Para que a PM consiga realizar o monitoramento das áreas rurais é realizado o cadastramento das propriedades, onde posteriormente é tirada a posição georreferenciada e fixada uma placa com o número de identificação. O contato feito entre moradores do campo e polícia é por meio de grupos de whatsapp.
 
Em Rondonópolis, por exemplo, foi criado na sede do 4º Comando Regional, um Centro de Comando e Controle que funciona 24 horas e 7 dias da semana, para o monitoramento dos grupos e informações fornecidas pelos mais de 1.600 proprietários da zona rural que já foram mapeados pela patrulha.
 
Como representante do setor produtivo, sempre que sentamos junto com o governador, cobramos nossas demandas e a aplicação correta de nossos impostos. Hoje está aqui um exemplo da aplicação correta destes recursos: o lançamento dessa patrulha e o mais importante disso é a aproximação do governo com nossos produtores. Um estado que é essencialmente conhecido pelo agronegócio não poderia ficar descoberto”, disse o presidente da Associação dos Criadores de Mato Grosso.
 
Estiveram presentes no lançamento o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, Max Russi; deputados estaduais Eduardo Botelho, Carlos Avalone, Valmir Moretto, Elizeu Nascimento e João Batista; o general da 13ª Brigada de Infantaria Motorizada, Carvalho Lima; o comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar, coronel Alessandro Borges e os secretários da Casa Civil, Mauro Carvalho; da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel), Alberto Machado e do Gabinete de Governo, tenente-coronel PM Jordan Espíndola.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet