Domingo, 24 de outubro de 2021
informe o texto

Notícias | Polícia

Ministério do Trabalho e Previdência alerta aposentados sobre golpes

Os criminosos pedem dados pessoais e solicitam transferência ou depósito de dinheiro para liberar os supostos valores de benefícios atrasados

13/10/2021 | 09:37

Agência Brasil

Ministério do Trabalho e Previdência alerta aposentados sobre golpes

Foto: Reprodução

Criminosos têm telefonado para aposentados, pensionistas e outros segurados do INSS para aplicar golpes e pedir a transferência de dinheiro, segundo alerta do Ministério do Trabalho e Previdência.

O golpe funciona assim: por meio de e-mails, mensagens SMS, ligação ou mesmo por aplicativos como WhatsApp, os golpistas entram em contato com o beneficiário e argumentam que ele teria direito a receber valores atrasados pagos pela Previdência Social.

Na ligação, os criminosos pedem dados pessoais e solicitam transferência ou depósito de dinheiro para liberar os supostos valores de benefícios atrasados.

Os estelionatários usam como isca três estratégias. Informam que há atraso no pagamento, na revisão do beneficio ou que está sendo realizada uma auditoria.

Para evitar cair nessa fraude, a primeira dica é sempre desconfiar quando receber uma mensagem ou telefonema de um remetente não desconhecido.

Ofertas e promoções também são usados como atrativos. Acione o filtro anti-spam no seu e-mail, e é importante questionar a instituição para ter certeza que é uma mensagem verdadeira.

Thiago Guimarães, especialista em segurança digital e pesquisador do Laboratório de Politicas Públicas e Internet alerta que outro cuidado é com golpes que pedem transferência via pix.

Também entre as recomendações estão, não informar dados pessoais por telefone, não enviar códigos solicitados por meio de aplicativos de mensagens e não depositar ou transferir qualquer valor. Em caso de dúvidas, o aposentado deve desligar a chamada e telefonar para a Central 135. Thiago Guimarães também dá algumas dicas se você perceber que foi vítima de um ataque, como avisar a instituição e pedir estorno em caso de pagamento com o cartão de crédito.

Em nota, a Previdência reforçou que não pede dados pessoais dos seus segurados por e-mail ou telefone e também não realiza nenhuma forma de cobrança para prestar o atendimento nem realizar seus serviços

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet