Domingo, 5 de dezembro de 2021
informe o texto

Notícias | Agro

Funai distribui mais de 3 mil cestas básicas a indígenas Xavante

Cerca de 250 aldeias e um total de 3361 famílias Xavantes foram beneficiadas

20/10/2021 | 09:22 - Atualizada em 20/10/2021 | 09:29

Redação Olhar Alerta

Funai distribui mais de 3 mil cestas básicas a indígenas Xavante

Foto: Ascom Funai

A Coordenação Regional (CR) Xavante, unidade descentralizada da Fundação Nacional do Índio (Funai) no município de Barra do Garças, em Mato Grosso, vem atuando para garantir a segurança alimentar de comunidades Xavante no estado durante a pandemia de covid-19. Numa nova etapa de distribuição de cestas básicas, 3.361 itens foram entregues a famílias indígenas da região.
 
A unidade da Funai entregou cestas em todas as aldeias Xavantes sob sua jurisdição entre os dias 23 de agosto e 17 de setembro. Cerca de 250 aldeias e um total de 3361 famílias Xavantes foram beneficiadas. Do total de cestas distribuídas, 912 foram destinadas à Terra Indígena São Marcos, em Barra do Garças; 1764 à Terra Indígena Parabubure, em Campinápolis; 496 à Terra Indígena Sangradouro, em Poxoréu, General Carneiro e Novo São Joaquim; e 189 à Terra Indígena Marechal Rondon, em Paranatinga.
 
A ação faz parte da última etapa de entrega das cestas adquiridas por meio de uma parceria entre a Funai, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e o Ministério da Cidadania, o qual disponibilizou o recurso para a compra das cestas básicas. A Funai também investiu cerca de R$ 50 mil com gastos em logística, diárias e combustível. A iniciativa contou também com o apoio logístico do 58º Batalhão de Infantaria Motorizado do Exército.
 
O chefe do Serviço de Promoção aos Direitos Sociais e Cidadania (Sedisc) da CR Xavante, Carlos Henrique da Silva, destacou a importância da ação para a garantia da sobrevivência dos Xavante da região. “Ao longo do ano de 2020 e 2021, percebemos uma diminuição substancial da presença dos Xavante nos centros urbanos, o que significa que ação de distribuição das cestas básicas contribuiu diretamente com a permanência dos indígenas nas aldeias, suavizando a incidência de contaminação entre os indígenas.  Ação também cumpriu seu objetivo de garantir e dar suporte substancial à segurança alimentar nas comunidades durante a pandemia. Há indícios de que houve melhora substancial na nutrição dos Xavante, principalmente entre os idosos e as crianças. Em reunião com o Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Xavante, nos foi comunicado que os servidores da saúde já estavam percebendo uma diminuição dos casos de doenças e mortes infantis advindas das situações de desnutrição”.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet