Domingo, 5 de dezembro de 2021
informe o texto

Notícias | Agro

Agricultores de Porto Alegre do Norte recebem selo que identifica origem e qualidade dos produtos

Ao apontar a câmera do celular para o código impresso no selo, o consumidor é automaticamente direcionado para uma página web contendo informações sobre aquele produto

28/10/2021 | 09:00

Redação Olhar Alerta

Agricultores de Porto Alegre do Norte recebem selo que identifica origem e qualidade dos produtos

Foto: Ascom Porto Alegre do Norte

A Empresa Mato-grossense de Pesquisa Assistência e Extensão Rural (Empaer) e a Secretaria de Agricultura de Porto Alegre do Norte entregaram a dois agricultores do Projeto de Assentamento Piracicaba, na sexta-feira (22), o Certificado do Selo Nacional da Agricultura Familiar. O documento promove os produtos familiares no mercado e é uma garantia para o consumidor.
 
Um deles é o senhor Natalino Francisco da Costa, 57 anos, que produz maxixe, jiló, quiabo e abobrinha. Na prática, quem comprar seus produtos vai saber que a produção é familiar, sua origem e as suas características por meio de um QR Code. Ao apontar a câmera do celular para o código impresso no selo, o consumidor é automaticamente direcionado para uma página web contendo informações sobre aquele produto, como estado e município de origem, especificações da embalagem, valor nutricional e o contato do produtor familiar.
 
"É muito importante todo esse processo. Tenho uma roça junto com minha velha e vivemos do que produzimos. É um direito de quem está comprando saber de onde vem o seu alimento, como ele foi produzido e tratado".
 
Para Natalino a assistência técnica e o acompanhamento da Secretaria de Agricultura fizeram toda diferença nesse processo. "Espero ser um exemplo para outros pequenos e médios agricultores da região. Qualquer benefício agrega valor aos produtos. Agora vou buscar parceria para ser fornecedor da rede escolar da cidade. Aos poucos vamos buscando novos desafios".
 
O segundo produtor foi o senhor Julião Alves Piagem, 55 anos, que teve o selo renovado para mais dois anos. Ele produz mandioca e feijão caupi. "Preciso do selo para participar dos pregões do Estado e do Município para fornecer mandioca para as escolas e a unidade prisional. É um documento importante que dá segurança para o produtor e o consumidor".
 
O secretário de Agricultura de Porto Alegre do Norte, Pedro Inácio Nunes Lima Neto frisou a parceria. "Viemos entregar o certificado junto com a Empaer por entender o quanto é importante o documento para o agricultor e estamos sempre à disposição".
 
O técnico agropecuário da Empaer de Porto Alegre do Norte, Kassumo Ferreira Alves destacou a importância do selo como instrumento para identificar e dar ainda mais visibilidade aos produtos da agricultura familiar, que vêm crescendo e se organizando cada vez mais.
 
"Nossa assistência técnica auxilia o pequeno agricultor a ter acesso ao sistema que hoje é feito de forma prática pela internet. Também otimizamos o controle, cruzando a base de dados com o atual sistema de registro vigente, que é a Declaração de Aptidão ao Pronaf, o DAP. O objetivo é oportunizar ao consumidor identificar o produtor familiar seja nas feiras ou prateleiras de supermercados, além de evitar os atravessadores".

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet