Domingo, 5 de dezembro de 2021
informe o texto

Notícias | Educação

Estudantes de São Félix do Araguaia se mobilizam em ações pedagógicas de sensibilização contra o câncer de mama

Durante todo mês, cartazes, desenhos e roda de conversa fizeram parte da rotina de estudos dos alunos

30/10/2021 | 07:29

Redação Olhar Alerta

Estudantes de São Félix do Araguaia se mobilizam em ações pedagógicas de sensibilização contra o câncer de mama

Cerca de 30 alunos, de 15 a 17 anos, participam da iniciativa entre os meses de setembro a dezembro

Foto: Divulgação

Durante todo o mês, ações sobre o Outubro Rosa são realizadas para refletir com a população sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama e colo do útero. Em Mato Grosso, as escolas estaduais como Governador José Fragelli (Cuiabá), Prof° Adalgisa de Barros (Várzea Grande) e Hilda Rocha Souza (São Felix do Araguaia), são alguns dos exemplos de atividades pedagógicas que incentivaram o diálogo sobre o tema nas escolas.

Na Escola Estadual Governador José Fragelli, Arena da Educação, a professora de biologia, Mychelly Nascimento, com o apoio dos professores Lucas Pigossi e Juliana Tozzi, de Educação Física e Língua portuguesa, coordenaram o projeto Movimento e Ação, que busca despertar o interesse dos estudantes sobre os temas das campanhas de promoção à vida dos meses de setembro, outubro e novembro.

O projeto nasceu para compartilhar informações com os alunos e aproximá-los da realidade vivida por muitos na sociedade, tirando como exemplo histórias de lutas e também de superação das doenças.

Mychelly explica que o projeto, em parceria com o MTmamma, promoveu duas aulas com a participação de uma assistida pela instituição filantrópica. Cerca de 30 alunos, entre 15 e 17 anos, tiveram a oportunidade de ouvir os relatos da experiência de uma professora que lutou e superou o câncer de mama. Outra atividade foi a montagem de um painel pelos alunos, com laços e frases incentivando a mulher a realizar o autoexame. No dia 22 de outubro, foram distribuídos laços rosas, símbolo da campanha, para todos os funcionários da escola.

“Debatermos sobre o outubro rosa em sala de aula é importante porque a medida que sensibilizamos os alunos sobre o tema, mais facilmente a informação é compartilhada, o diálogo passa a ocorrer dentro de casa”, destaca a professora.

Na Escola Estadual Prof° Adalgisa de Barros, localizada em Várzea Grande, a professora de sociologia, Enerci Cândido Gomes, utilizou suas aulas para apresentar para as suas turmas, do primeiro e segundo ano do Ensino Médio, dados e números sobre o câncer de mama, no Brasil, buscando realçar a importância da causa.

Como símbolo de apoio à campanha, as alunas tiraram fotos segurando um balão rosa e, nos próximos dias, um grupo de alunas vestindo camisetas rosa visitarão outras turmas para reforçar o valor do tema.

“O assunto ainda é pouco falado nos lares, mas a gente precisava socializar essa ideia, socializar a importância de fazer os exames de prevenção. Compartilhar as informações entre eles é fazer uso da mesma linguagem, é avançar no debate entre jovens”.

Já na Escola Estadual Hilda Barros, em São Felix do Araguaia, a iniciativa começou pelos mais novos. Estudantes de 5º ao 9º ano, participaram de uma roda de debates e exibição de um filme “Mais uma chance para viver”. De acordo com  a assessora pedagógica do município, Edna Souza, após a atividade a emoção foi tanta que os próprios alunos decidiram mobilizar outras classes.

“Dessa vez foram os anos iniciais que envolveram a atenção de todos. Após afixarem cartazes, notamos que as demais turmas passaram a se mobilizar para falar sobre o Outubro Rosa, até que, no dia 27 de outubro, os alunos caminharam até a Praça da Bíblia, sensibilizando também a população”, destaca Assessora Pedagógica.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet