Domingo, 5 de dezembro de 2021
informe o texto

Notícias | Educação

Expedição Araguaia-Xingu agita fim de semana em São José do Xingu

A ação em São José do Xingu foi acompanhada pelo defensor público e coordenador do Grupo de Atuação de Direito Coletivo e Saúde de Sorriso

23/11/2021 | 07:13

Redação Olhar Alerta

Expedição Araguaia-Xingu agita fim de semana em São José do Xingu

Expedição em São José do Xingu

Foto: Alair Ribeiro

A população de São José do Xingu (a 950 km de Cuiabá) teve um final de semana agitado neste sábado e domingo (20 e 21). A caravana da 3°Expedição Araguaia-Xingu estacionou na Escola Municipal Maria Marlene de Moraes para dois dias de atendimentos promovidos pela Justiça Comunitária e os parceiros do Poder Judiciário que prestaram serviços judiciais, de cidadania, saúde e educação ambiental.
 
O pequeno município, de cerca de 5,6 mil habitantes pertencente à Comarca de Porto Alegre do Norte, foi contemplado pela primeira vez com as ações. "A sede da comarca fica a cerca de 220 km daqui, o acesso é pela estrada sem pavimentação, a população tem dificuldade para arcar com despesas de hospedagem e alimentação e se vê desestimulada a buscar o Judiciário. Com a Expedição, e toda essa gama de serviços prestados, as coisas são facilitadas", define o prefeito de São José do Xingu, Sandro Costa.

A gestora do Centro Judiciário de Solução de Conflitos (Cejusc) da Comarca de Vila Rica, Ana Maria Fernandes de Souza, destaca que a procura pelos serviços de mediação foi muito grande, já que não há Cejusc instalado na Comarca. "Na grande maioria dos casos os atendimentos são relacionados ao Direito de Família: divórcio, pensão alimentícia e regularização de guarda", explica. "A Expedição é muito interessante na medida que a gente atende muitas pessoas através de um pré-processo e já realiza a audiência, caso haja menores envolvidos, há a participação do Ministério Público, que participa da Expedição e o caso é encaminhado ao juiz coordenador do Cejusc de Vila Rica, Ivan Lúcio Amarante, para homologação", completa.

O promotor Thiago Marcelo Francisco dos Santos, da Promotoria Civil de Porto Alegre do Norte, acredita que a Expedição facilita o acesso da população à Justiça, principalmente em locais mais afastados. "Com essa parceria conseguimos trazer mais efetividade e resolver o problema da população, se não localizamos um documento necessário já pedimos para um parceiro que esta aqui, Politec ou Receita Federal, e a demanda já é atendida de imediato", resume.
 
Este foi o caso do ajudante de serviços gerais, Ubaldo Mota dos Anjos e a dona de casa Lionice de Souza. Eles foram casados por 15 anos e estão separados há 9, com uma filha de 14 anos. Buscaram a Expedição para homologação o divórcio e regularizar a pensão alimentícia. "Estou muito feliz em resolver essa situação, ainda mais que não precisamos gastar nada", lembrou Ubaldo.

Já o técnico de informática, Júnior Filipe, 22, procurou a Expedição para tirar a segunda via do Registro Geral (RG). Antes de passar pela Politec, precisou de uma declaração de hipossuficiência e foi atendido pela Defensoria Pública. "Estou muito feliz de ter resolvido tudo hoje. Economizei com o deslocamento e ainda consegui a plastificação da nova identidade", comemomorou.
 
A ação em São José do Xingu foi acompanhada pelo defensor público e coordenador do Grupo de Atuação de Direito Coletivo e Saúde de Sorriso, Ubirajara Vicente Luca, que também participou da ação em Santa Cruz do Xingu. "Tem sido dias ótimos. As pessoas estão tendo a oportunidade de acessarem serviços ofertados pelo Estado, mas em outras localidades, no seu próprio município", declarou. "Fizemos muita declaração de hipossuficiência, retificação de registro civil e ações de divórcio e registro tardio", cita.

Enquanto os adultos aguardavam pelos serviços, crianças e adolescentes se ocuparam com ações educativas e brincadeiras. A quadra coberta da escola foi tomada por camas elásticas, estande do Corpo de Bombeiros e o Circuito Itinerante da Ciência de Mato Grosso, da SECITECI. Emanoelly Zanninni, 14 anos, estudante do 8° Ano do Ensino Médio, participou e conseguiu concluir o circuito elétrico, visitou o planetário, viu o drone e alguns robôs montados com legos. "Adorei tudo aqui. Nunca fui muito boa em Ciências na escola, mas agora vou olhar com mais carinho", definiu.
 
A coordenadora de popularização da Ciências da SECITECI, Marilene Borges, afirma que está é a intenção do Circuito Itinerante. "Queremos que através da experimentação científica de baixo custo, de forma divertidade as pessoas se aproximem da Ciências", comentou. "Nosso objetivo é levar essa experiência a todos os municípios de Mato Grosso, com a parceria com o Judiciário estamos chegando na região do Araguaia. É uma parceria excelente", elogia.
 
A população também recebeu doações de cerca de 600 mudas de árvores nativas do cerrado entregues pelo Juvam. Em Santa Cruz do Xingu foram distribuídas outras 700 mudas. Até o final da Expedição serão entregues 4 mil mudas.
 
Até a Paróquia São José Operário foi beneficiada com estes dias de atividades da Expedição Araguaia-Xingu. "A conta de energia da nossa Igreja estava atrelada ao CNPJ da matriz, dificultando nosso trabalho no dia a dia. Hoje com essa grande ação conseguimos resolver isso e ainda vamos trocar todas as lâmpadas antigas por Led, para economizar nesse gasto", disse o padre André Pereira ao explicar porque buscou a Energisa no evento.
 
No domingo parte da comitiva visitou a Aldeia Piaruçu, a 60 km do município. Onde vivem cerca de 500 indígenas da etnia Kaiapo Metuktire. Na aldeia foi realizado o plantio de 20 árvores e a ação ambiental que troca lixo por doações de cestas básicas, roupas e brinquedos.

Na oportunidade uma homenagem singela foi feita ao servidor do INSS, Laurindo de Siqueira Filho, 59 anos, morto pela Covid em 25 de julho: o plantio de um ipê amarelo ao lado do campo de futebol da Aldeia. "Esta é uma homenagem merecida. Ele amava participar do Ribeirinho Cidadão e da Expedição Araguaia e falava sobre isso para todos, tanto que no caixão dele estava suas quatro paixões: a bandeira do INSS, do Vasco e as camisetas do Ribeirinho e do Araguaia", revelou o chefe do serviço de benefícios da gerência do INSS em Cuiabá, Thompson Queiroz de Campos, amigo do homenageado.
 
Parceiros - O juiz coordenador estadual do Justiça Comunitária, José Antônio Bezerra Filho, o Dr Tony, reforçou que a Expedição só ocorre graças às parcerias fechadas com o Poder Judiciário. Nesta edição mais de 100 profissionais das entidades e voluntários estao envolvidos.

Em São José do Xingu além dos parceiros citados na matéria participam representantes da Politec (confecção de RG), PM, PJC, TRT (doação de lentes e armações de óculos e distribuição de cartilhas educativas), INSS, Senar (caminhãopara atendimento médico e odontológico, palestras), Marinha, Secel, Setasc, Detran, Secretaria de Saúde de Cuiabá (doação de medicamentos), Escola de Cabeleireiros Galvan e secretarias da prefeitura.
 
Nesta segunda-feira (22) a comitiva segue para Santa Terezinha onde realizará dois dias de atendimentos. Confira a programação abaixo
 
Programação
 
Santa Terezinha
 
Data: 23/11 - 8h30 às 17h
Data: 24/11 - 8h30 às 17h
Local: Creche Municipal de Santa Terezinha
 
Luciara
 
Data: 26/11 - 8h30 às 17h
Data: 27/11 - 8h30 às 17h
Local: Escola Estadual Juscelino Kubistchek
 
São Félix do Araguaia
 
Data: 30/11 - 8h30 às 17h
Local: Escola Estadual Hilda Rocha Souza
 
Cocalinho
 
Data: 02/12 - 8h30 às 17h
Data: 03/12 - 8h30 às 17h
Local: Escola Municipal José Umberto Moreira

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet