Segunda-feira, 15 de agosto de 2022
informe o texto

Notícias | Economia

Com a chegada das festas de fim de ano, empresas de Confresa registram aumento considerável na venda de passagens de ônibus

Expectativa é que a alta procura permaneça até a primeira quinzena de janeiro

21/12/2021 | 10:20

Redação Olhar Alerta com Lucas Gawenda

Com a chegada das festas de fim de ano, empresas de Confresa registram aumento considerável na venda de passagens de ônibus

A rodoviária de Confresa

Foto: Lucas Gawenda - Olhar Alerta

O município de Confresa é ponto de chegada, partida e conexão de e para muitas outras regiões: Pará, Tocantins, Goiás, Minas Gerais, bem como para cidades e regiões descendo o estado, como Barra do Garças, a capital Cuiabá e muitas outras.
 
Com a chegada das festividades de fim de ano, diversas pessoas estão se deslocando entre as cidades, seja para visitar família, amigos ou cônjuge, ou até mesmo para fazer a tão sonhada viagem turística planejada nos 11 meses anteriores do ano, e o principal ponto de partida para quem sai da cidade reflete no movimento de fim de ano: a rodoviária municipal de Confresa encontra-se lotada em vários momentos do dia.
 
Em conversa com colaboradores das diferentes empresas de viação urbana intermunicipal e interestadual na rodoviária, todos foram uníssonos quando questionados: “como estão as vendas de passagens nesse fim de ano?”, “está maravilhoso, excelente mesmo”, respondeu uma das entrevistadas à redação do site Olhar Alerta.
 
Todos também mantiveram uma resposta parecida quando perguntados sobre quantos dias de antecedência recomendam que a pessoa compre a passagem para que consiga pegar um lugar do seu agrado, ou até mesmo para não correr o risco de ficar preso na rodoviária por mais tempo que o planejado: em média, comprando de 4 a 5 dias com antecedência você se livra da dor de cabeça de enfrentar essa possibilidade.
 
Em entrevista, uma das vendedoras de um dos guichês do local falou que é bastante comum chegar clientes em cima da hora querendo comprar passagem para seguir viagem, e não encontrarem lugares disponíveis, tendo que permanecer na cidade por pelo menos mais um dia – isso pra não citar quando o caso acontece com a empresa que os ônibus só fazem o trajeto por Confresa três vezes por semana.
 
Em todas as empresas, a expectativa é que o fluxo seja alto até pelo menos a primeira quinzena de janeiro, período em que muitas pessoas estarão voltando de férias escolares ou dos empregos.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Ana cleide 21/12/2021 | 12:12

    Esses ônibus da Rio novo faz vergonha anda neles.a população tinha q fazer algo.pra melhorar .e entra mais outra empresa , a rio novo ganhou a licitação pro baixo Araguaia , mas não melhorou os ônibus .não aumentou a circulação dos mesmo indo pra São Félix .e indo pra confresa , agente quer ir passa natal com família em alto boa vista , e não pode porque não t vagas , no ônibus q vai confresa alto .as passagens está caras o conforto continua (0) , fica aqui a minha indignação .com os poderosos de baixo Araguaia . Tem q ter solução. ..eu me chamo Ana cleide .resido em porto alegre .agora no momento estou em cuiba por motivo de saúde .e só tem passagem até alô Brasil.????????

 
Sitevip Internet