Quarta-feira, 17 de agosto de 2022
informe o texto

Notícias | Cidades

PIB de Canarana cresce mais de 40% em um ano

O que dá para perceber é que os municípios com agronegócio forte, são os que mais geram riqueza dentro do Mato Grosso

04/08/2022 | 09:17

O Pioneiro

PIB de Canarana cresce mais de 40% em um ano

Foto: Reprodução

O VA (Valor Adicionado) do município de Canarana-MT no ano de 2021 teve um crescimento superior a 40%. Foi de 1.831 bilhão de reais em 2020, para R$ 2.629 bilhões no ano passado, um crescimento de 43,58%. O VA é o que forma quase a totalidade do PIB (Produto Interno Bruto). As informações são da Sefaz (Secretaria de Fazenda do Estado de Mato Grosso), divulgados no final do mês de junho, a qual OPioneiro teve acesso.

Esses números servem como base para o rateio do ICMS para o ano de 2023, chamado de Índice de Participação dos Municípios. O IPM de Canarana para o próximo ano deve ficar em 1.13, o que significa que a cada 100 reais que serão divididos entre todos os municípios de Mato Grosso, R$ 1,13 virão para Canarana. Isso representa um crescimento de 12,90% no IPM do município. O índice que está em vigor em Canarana em 2022 é de 1.00. Os números ainda são preliminares e devem ser chancelados pela Sefaz nos próximos dias.

O prefeito Fábio Faria comemorou os números. “Isso mostra que o nosso município está crescendo. Mas a boa notícia é que iremos crescer mais, tanto na área plantada de grãos, quanto na indústria, com a instalação de uma empresa de etanol de milho. Agora, o nosso desafio é fazer com que esse crescimento se reverta em desenvolvimento, melhorando a qualidade de vida da população em todas as áreas”, disse o prefeito de Canarana.

O PIB de Querência também teve um crescimento expressivo, saindo de 2.977 bilhões de reais para R$ 3.906 bi (+ 31%). O PIB de Água Boa também cresceu e foi de 1.285 bilhão de reais para R$ 1.867 bi. A título de comparação, Barra do Garças, município mais populoso do Vale do Araguaia, registrou um PIB de 1.825 em 2021.

O que dá para perceber é que os municípios com agronegócio forte, são os que mais geram riqueza dentro do Mato Grosso. Outro fator que influenciou um grande aumento do PIB em municípios produtores de grãos, além do aumento da área plantada, foi a valorização dos preços das commodities agrícolas no mercado internacional.

Na divisão do ICMS para 2023, Querência deve ficar com um IPM de 1.70 (+ 12,51%), Água Boa com 0.79 (+ 12,45%) e Barra do Garças com 0,97 (- 12,50%). Vale ressaltar que para a formação do IPM é levado em consideração várias questões além do VA, como população, área do município e também receita própria. O município com maior índice será novamente a capital Cuiabá, com 11.20 de IPM para 2023.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet