Quinta-feira, 20 de junho de 2024
informe o texto

Notícias | Agro

Soja começa a semana com preços em alta; veja cotações

Os contratos futuros negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) fecharam a segunda-feira em melhores patamares

11/06/2024 | 06:54

Agência Safras

Soja começa a semana com preços em alta; veja cotações

Foto: Reprodução

O mercado brasileiro de soja teve preços em alta em praticamente todas as praças nesta segunda-feira (10). Segundo a Safras Consultoria, foi um “dia complicado”.

O dólar apresentou firmeza e Chicago subiu, mas os prêmios compensaram parte da alta. Não houve grandes reportes de negócios. Muitas tradings ainda estão se adaptando ao cenário da nova medida provisória.

Preços da soja no Brasil
  • Passo Fundo (RS): subiu de R$ 133 para R$ 134
  • Região das Missões: avançou de R$ 132 para R$ 133
  • Porto de Rio Grande: teve alta de R$ 140 para R$ 141
  • Cascavel (PR): valorizou de R$ 129 para R$ 131
  • Porto de Paranaguá (PR): cresceu de R$ 138 para R$ 140
  • Rondonópolis (MT): foi de R$ 123 para R$ 124
  • Dourados (MS): aumentou de R$ 122 para R$ 124
  • Rio Verde (GO): cresceu de R$ 122 para R$ 124

Bolsa de Chicago

Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) fecharam a segunda-feira com preços melhores. Após uma sessão bastante volátil, o mercado se consolidou em alta, buscando recuperação frente às perdas recentes.

Desde o início da manhã, o mercado tentava uma recuperação frente às recentes perdas. Porém, a semana da muita expectativa traz volatilidade, com as posições mais distantes do grão já flertando com o território negativo.

Na quarta sai o relatório de junho de oferta e demanda do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), além da inflação do país e a decisão da taxa de juros. Na quinta, é a vez da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) estimar a safra brasileira.

Conforme traders e analistas consultados por agências internacionais, os estoques finais norte-americanos devem ficar em 348 milhões de bushels, ante 340 milhões de bushels estimados em maio.

A produção deve ficar em torno de 4,444 bilhões de bushels em 2023/24, ante 4,450 bilhões de bushels no relatório anterior. A produtividade deve ser levemente reduzida para 51,9 bushels por acre, ante 52 bushels em maio. No âmbito global, os estoques finais devem ficar em 110,8 milhões de toneladas em 2023/24, ante 111,8 milhões em maio.

A safra brasileira deve ser estimada em 151,8 milhões de toneladas na temporada 2023/24, ante 154 milhões no mês anterior. A Argentina deve produzir 49,8 milhões de toneladas em 2023/24, ante 50 milhões no mês anterior.

Contratos futuros da soja

Os contratos da soja em grão com entrega em julho fecharam com alta de 9,00 centavos ou 0,76% a US$ 11,88 1/4 por bushel. A posição agosto teve cotação de US$ 11,82 3/4 por bushel, com ganho de 6,00 centavos ou 0,5%.

Nos subprodutos, a posição julho do farelo fechou com alta de US$ 7,30 ou 2,02% a US$ 368,00 por tonelada. No óleo, os contratos com vencimento em julho fecharam a 43,66 centavos de dólar, com alta de 0,06 centavo ou 0,06%.

Câmbio

O dólar comercial encerrou a sessão em alta de 0,57%, sendo negociado a R$ 5,3561 para venda e a R$ 5,3541 para compra. Durante o dia, a moeda norte-americana oscilou entre a mínima de R$ 5,3156 e a máxima de R$ 5,3886.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do site. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

 
Sitevip Internet